Lagoa Center

Sudeste, Brasil
2015 | (em desenvolvimento)

Uma arquitetura que emerge da água. A composição volumétrica deste complexo de uso misto se desenha através da fluidez deste elemento, que em seu percurso define lugares. O conceito provém deste caminho que ora possui a calmaria na horizontalidade, ora se esvai com vigor em quedas verticais, seguindo um caminho rítmico.

Sob este pensamento, a invenção de um córrego artificial guia as edificações do projeto numa articulação cíclica que é a grande fonte de energia deste trabalho. A transformação de um galpão seco numa paisagem forte e dinâmica que desabrocha na malha urbana.

O pensamento de legado novamente permeia os designs da PBA. Como uma nascente, este projeto se desenvolve de uma estrutura existente construída para os jogos do Rio de Janeiro. O trabalho visa o futuro deste equipamento, transformando este galpão construído num enorme condomínio comercial com shopping center.

Inspirado por este conceito de nascente, o projeto cresce com seus elementos dispostos ao longo de um córrego artificial que corre sobre o galpão existente, se misturando a fachada compondo a estética do embasamento do empreendimento, onde a escala humana é alcançada nas ruas. As longas torres de escritórios também percorrem este conceito numa concepção volumétrica dinâmica em referência a fluidez desta fonte natural que se mistura a paisagem urbana da cidade já contemporânea, mas com contínuo desenvolvimento.